sábado, 21 de agosto de 2010

Isabella Fiorentino diz que não imaginava sucesso do programa na TV aberta




Isabella Fiorentino, apresentadora do reality "Esquadrão da Moda" do SBT, falou com o UOL nos bastidores da gravação do programa "A Praça É Nossa", esta semana, na emissora. Empolgada, Fiorentino começou a entrevista dizendo que era uma alegria trabalhar na TV de Silvio Santos e que tem certeza de que permanecerá trabalhando na casa por mais tempo.

"O grande sucesso se deve ao fato de as pessoas conseguirem se projetar no outro, no que ela gostaria de sentir, de passar. É essa coisa do resgate, da autoestima. A gente fala de roupa, mas isso é um detalhe no programa", revela a apresentadora que tem contrato fixo com a emissora, já que agora a atração não é mais exibida por temporadas. "Estamos na grade fixa do SBT", orgulha-se a apresentadora, que não imaginava o sucesso na TV aberta.
Isabella disse ainda estar bastante satisfeita, já que a produção é o maior faturamento do SBT. "O 'Esquadrão' é mais do que um programa de moda, é um programa de transformação" disse. "Fomos chegando e inserindo as pessoas neste contexto da moda e além disso, por ser um reality, o telespectador consegue ver tudo o que acontece. Se a pessoa não gosta de mim ou da roupa, ela fala. Afinal, não somos donos da verdade", afirmou Isabella.
Quando questionada se alguma participante do programa mudou de ideia de última hora, Isabella lembrou da cantora Sthéfany "Cross Fox", que não queria se desfazer do seu guarda-roupas e as gravações tiveram de ser interrompidas por dois dias. "Isso é contra a regra do programa. Não é por que ela é uma pessoa famosa que seria diferente. Paramos as gravações, então ela mudou de ideia e fizemos a transformação completa" revelou a ex-modelo.
A apresentadora fez questão de dizer que a mudança de Sthéfany foi para o dia a dia, para situações cotidianas. "Não tinha como ela ir para uma reunião com a gravadora usando top com a barriga de fora. Já no palco, é trabalho de figurinista e o artista usa o que quiser", finalizou.

Um comentário:

Rafinha disse...

Bem que poderia ter uma versão masculina do Esquadrão, ou será que só a maioria das mulheres é que se vestem mal?